loading
02/05

Já estão abertas as inscrições gratuitas para Projeto Conexões de teatro jovem

Publicado em: http://dicadeteatro.com.br/ja-estao-abertas-inscricoes-gratuitas-para-projeto-conexoes-de-teatro-jovem/
Data de publicação: 02/05/2015

Acesse em: Dica de Teatro

Já estão abertas as inscrições gratuitas para Projeto Conexões de teatro jovem

  • Até 27 de feve­reiro é pos­sí­vel se ins­cre­ver na 9ª edi­ção do pro­jeto, que terá tex­tos de Dib Car­neiro Neto,  Mar­celo Romag­noli e Stef Smith

 

  • Os par­ti­ci­pan­tes pas­sam por um intenso pro­cesso ao longo do ano: lei­tura dos tex­tos, workshop com os auto­res, ensaios e apre­sen­ta­ções das peças

 

  São Paulo, 30 de janeiro de 2015 – Estão aber­tas as ins­cri­ções para a 9ª edi­ção do Pro­jeto de Tea­tro Cone­xões 2015 - ver­são naci­o­nal do con­sa­grado Con­nec­ti­ons do Nati­o­nal The­a­tre de Lon­dres (Ingla­terra). O pro­jeto é aberto a gru­pos tea­trais de jovens estu­dan­tes, entre 12 e 19 anos, de esco­las públi­cas, par­ti­cu­la­res e inde­pen­den­tes liga­dos a ONGs da cidade de São Paulo e grande São Paulo. As ins­cri­ções podem ser fei­tas pelo site www.conexoes.org.br, até 27 de fevereiro.

Anu­al­mente, o Pro­jeto con­vida auto­res reno­ma­dos, naci­o­nais e inter­na­ci­o­nais, para escre­ver tex­tos iné­di­tos a serem ence­na­dos pelos jovens. Este ano, o Cone­xões traz Dib Car­neiro Neto, jor­na­lista e pre­mi­ado autor,   ganha­dor do Prê­mio Shell de melhor dra­ma­turgo de 2007 em São Paulo, com a peça Salmo 91. Para o pro­jeto, ele apre­sen­tará o texto Meu adulto favo­rito (título pro­vi­só­rio), que mos­tra jovens, entre 13 e 19 anos, falando sobre as pes­soas mais impor­tan­tes de suas vidas.

Outro con­vi­dado é Mar­celo Romag­noli, um dos mais reco­nhe­ci­dos nomes da dra­ma­tur­gia infanto-juvenil, dire­tor da Banda Mirim e ganha­dor de diver­sos prê­mios por espe­tá­cu­los como Sape­cadoTer­re­motaA cri­ança mais velha do mundo e Menino Tereza. Romag­noli colo­cará em cena Filo­so­fia geral da revo­lu­ção, uma comé­dia jovem em cinco atos para um elenco de nove ato­res. O tema do espe­tá­culo é a ação polí­tica, seja por enga­ja­mento ou ali­e­na­ção, que acon­tece no coti­di­ano de adolescentes.

O pro­jeto tam­bém ultra­passa fron­tei­ras ao pro­mo­ver um inter­câm­bio com dra­ma­tur­gos de renome inter­na­ci­o­nal. Entre os auto­res inter­na­ci­o­nais estará Stef Smith, dra­ma­turga e autora, com espe­ci­a­li­za­ção em dire­ção na Queen Mar­ga­ret Uni­ver­sity de Edim­burgo. Atu­al­mente, é mais conhe­cida pelo texto do sucesso de crí­tica e de público, a peça Road­Kill (Fes­ti­val de Edim­burgo de 2010, 2011). O espe­tá­culo ganhou vários prê­mios, incluindo um Fringe First, um Herald Angel e o Amnesty Inter­na­ti­o­nal Fre­e­dom of Expres­sion Award (prê­mio Liber­dade de Expres­são da Anis­tia Inter­na­ci­o­nal). Mais recen­te­mente, a peça ganhou o prê­mio Lau­rence Oli­vier e via­jou em turnê para Lon­dres, Paris, Chi­cago e Nova York.

Stef apre­sen­tará Remoto, que aborda temas como pro­testo, poder e pro­te­ção.  O texto relata a vida de uma garota que sobe na árvore de um par­que para não ser encon­trada. No enredo, as vidas de sete ado­les­cen­tes se entre­la­çam ao longo de uma única tarde, enquanto atra­ves­sam o parque.

Ao longo do ano, os jovens que par­ti­ci­pam do Cone­xões pas­sam por um intenso pro­cesso de apren­di­za­gem, que inclui lei­tura dos tex­tos, workshop de imer­são, ensaios, fórum e apre­sen­ta­ção das peças.            

 

  Pro­jeto Cone­xões – Ver­são naci­o­nal do reno­mado Con­nec­ti­ons, do Nati­o­nal The­a­tre de Lon­dres (Ingla­terra). No Bra­sil,é resul­tado da par­ce­ria entre Cul­tura Inglesa São Paulo, Bri­tish Coun­cil Bra­sil, Colé­gio São Luís, Nati­o­nal The­a­tre de Lon­dres e Escola Supe­rior de Artes Célia Helena.

O pro­jeto Cone­xões tem o obje­tivo de fomen­tar e con­tri­buir para o movi­mento crí­tico de tea­tro jovem, abrir espaço no seg­mento e for­mar novos gru­pos. “Após a Mos­tra Cone­xões de Tea­tro Jovem, os tex­tos são publi­ca­dos em livro e na web e dis­tri­buí­dos para esco­las públi­cas e bibli­o­te­cas muni­ci­pais, com ver­sões em por­tu­guês e inglês”, res­salta Léo Pel­li­ci­ari, coor­de­na­dora da Escola Supe­rior de Artes Célia Helena. Nes­ses oito anos, já foram pro­du­zi­dos 35 tex­tos iné­di­tos, publi­ca­dos em oito livros – as apre­sen­ta­ções atraí­ram mais de onze mil espectadores.

O Cone­xões já ultra­pas­sou fron­tei­ras. Samir Yaz­bek, que escre­veu para o Cone­xões em 2012, foi o pri­meiro autor bra­si­leiro a ter sua peça tam­bém ence­nada no Nati­o­nal The­a­tre em Lon­dres.” – con­firma Laerte Melo gerente cul­tu­ral da Cul­tura Inglesa.

Em 2014, a pro­gra­ma­ção teve a par­ti­ci­pa­ção do pres­ti­gi­ado ator e diretor-fundador do grupo tea­tral Par­la­pa­tões, Hugo Pos­solo; do autor for­mado pelo Royal Court The­a­tre (Lon­dres) Mar­cos Bar­bosa; e de José Arthur Ridolfo, ex-aluno do Colé­gio São Luís, que fez sua estreia como dra­ma­turgo. Entre os demais auto­res bra­si­lei­ros que já pro­du­zi­ram peças para o pro­jeto estão: Caco Bar­cel­los, Mar­celo Rubens Paiva, Noemi Mari­nho, Luís Alberto de Abreu, Mário Viana, Sér­gio Roveri, Bosco Bra­sil, Jan­dira Mar­tini, New­ton Moreno, Clau­dia Scha­pira, Cás­sio Pires, Paula Pimenta e Leo­nardo Moreira. “O inter­câm­bio entre auto­res bri­tâ­ni­cos e bra­si­lei­ros é enri­que­ce­dor para as duas cul­tu­ras.” aponta Malu Penna, Ana­lista de Pro­je­tos do Bri­tish Coun­cil no Bra­sil. “Os mai­o­res bene­fi­ci­a­dos com este inter­câm­bio são os alu­nos que podem tro­car infor­ma­ções com par­ti­ci­pan­tes em outros paí­ses que estão mon­tando a mesma peça.” come­mora Tuna Ser­ze­dello, coor­de­na­dor do Cone­xões e dire­tor do Grupo do Colé­gio São Luís desde o iní­cio do Pro­jeto em 2007.

As ins­cri­ções e a par­ti­ci­pa­ção no pro­jeto são gra­tui­tas e devem ser fei­tas uni­ca­mente pelo site do Conexões.

 

Mais infor­ma­ções www.conexoes.org.br